Ou entendemos o Complexo-R, pela ausência de afeição física, ou continuaremos incitando o comportamente agressivo reptiliano.Onde a afeição física é encorajada, o roubo, religião organizada, demonstrações de inveja quanto à riqueza são imperceptíveis. “…Onde as crianças são fisicamente punidas, eles tendem a ser escravos, frequëntemente matam, torturam e mutilam os inimigos, cultuam a inferioridade das mulheres e crêem em um ou mais seres sobrenaturais que intervêm na vida diária…” – Página 331 do livro “Cosmos” de Carl Sagan, (disponível integralmente em PDF através da internet). Estas são as conclusões do neuropsicólogo James W. Precott que executou uma análise estatística inicial abrangendo vários níveis de cultura entre 400 sociedades pré-industriais e descobriu que as culturas pródigas em afeição física não tendiam para a violência. Mesmo sociedades sem grandes afetos pelas crianças desenvolviam adultos não-violentos, providenciando-se que a atividade sexual na adolescência não fosse reprimida. Prescott acredita que culturas com uma predisposição para a violência são formadas de indivíduos que foram privados, durante pelo menos um ou dois estágios críticos na vida, infância e adolescência, dos prazeres do corpo. “…o percentual de probabilidade de uma sociedade tornar-se fisicamente violenta, se for fisicamente afeiçoada às suas crianças e tolerante no comportamente sexual pré-conjugal, é de 2%. A probabilidade desta relação ocorrer é de 125.000 para um. Não estou ciente de qualquer outra variável ambiental que possua um grau tão alto de validade predestinada…” escreveu Prescott Crianças e adolescentes vivendo em campos de refugiados, em guetos, em favelas, em zonas de violência de guerra e terrorismo, estão privadas de quase tudo que diz respeito ao afeto humano. As sociedade com ditaduras e regimes radicais, sejam de esquerda ou de direita, estão gerando mais e mais violência a cada dia, com os escapismos freqüentes do alto consumo de alcool e drogas pesadas, tráfico de armas, prostituição infantil, etc.etc.etc.etc. Se não promovermos as mudanças necessárias que impeçam os estímulos reptilianos que habitam nossos crânios, a violência não acabará jamais. Só o amor será capaz de transformar a sociedade humana.

Anúncios

Sobre danieldolivier

musician, composer, saxofonist, guitarrist, teacher of Musyoga (www.musyoga.com.br) producer, ambientalist, writer.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s